Blog

Alzheimer Nutrição Saúde

Alimentos que previnem o Alzheimer e a dieta do mediterrâneo:

Alimentos que previnem o Alzheimer e a dieta do mediterrâneo:

Muito se questiona sobre as formas de prevenir o aparecimento da doença de Alzheimer na terceira idade e está bastante claro que esta demência é uma condição de saúde que pode ser contornada, se desde cedo forem adotados bons hábitos de vida. Conheça a seguir, alguns alimentos que previnem o Alzheimer.

Estima-se que cerca de 70% dos casos da doença poderiam ser evitados e existem evidências científicas demonstrando que aquilo que comemos é chave nesta prevenção.

Uma das alimentações mais estudadas neste âmbito é a dieta do mediterrâneo. Um grupo de alimentos saudáveis que também previnem o Alzheimer.

A alimentação mediterrânea tem sido estudada desde os anos 50 e em 2010 foi incluída como um patrimônio cultural imaterial da humanidade. 

O nome vem da região européia que é banhada pelo Mar Mediterrâneo, compreendendo o sul da França, Espanha, Itália e Grécia. Cientistas se interessaram por estudar esta dieta ao perceber uma população longeva, com menor índices de doenças cardiovasculares e problemas cognitivos. 

Esta dieta tem sido considerada pela comunidade médica como a mais recomendada quando o assunto é boa alimentação, manutenção de peso corporal saudável e prevenção de doenças.

Ela é capaz de melhorar os níveis de colesterol, triglicerídeos e glicemia, e além da doença de Alzheimer, também pode prevenir diabetes tipo 2, hipertensão arterial, doença coronariana, infarto do miocárdio, acidente vascular encefálico (AVC) e câncer.

A base deste estilo de vida alimentar inclui o seguinte:

  • Alimentos frescos e cultivados localmente.
  • Mínima quantidade de comidas processadas.
  • Peixes de água salgada em moderada quantidade.
  • Quantidade pequena e pouco frequente de carne bovina.
  • Carne de ave e derivados de leite em pequena a moderada quantidade. 
  • Pouca ingestão de açúcares.
  • Grande quantidade de frutas e legumes.
  • Consumo de pães de fermentação natural.
  • Preferência por grãos integrais em detrimento dos refinados.
  • Consumo diário de castanhas diversas.
  • Culinária com sementes de feijão, lentilha, vagem e outros grãos desta família.
  • Azeite de oliva como a principal fonte de gordura. 
  • Tempero dos alimentos com muitas ervas e pouca quantidade de sal.
  • Consumo de vinho (1 a 2 taças por dia), tipicamente durante as refeições.

Qualidade de vida começa com o cuidado com seu próprio corpo, mantendo atenção especial com aquilo que ingerimos como alimento. Utilizar a dieta do mediterrâneo como referência para se alimentar bem é o que recomendo a todos os meus pacientes e sugiro que pense a respeito e tente inserir na sua vida este recurso saboroso, sustentável e saudável.

Gostou? Compartilhe com seus amigos para que todos se beneficiem desta informação preciosa e deliciosa.

Alimentos que previnem o Alzheimer e a dieta do mediterrâneo.

Agende a sua consulta por aqui ou através da plataforma Doctoralia.

Envia para seus amigos:

2 Comments

  1. Lucilene
    2 de janeiro de 2021 at 14:48

    Já tem quase um ano que pai trata com Dr Alexandre e o tratamento tem tido ótimos resultados. Sempre atencioso com os idosos e tirando todas nossas dúvidas. Super recomendo!

    1. Dr. Alexandre Casco Pietsch
      2 de janeiro de 2021 at 16:09

      Obrigado pela confiança Lucilene!

Escrever um comentário

Banner
Alexandre Casco Pietsch - Doctoralia.com.br